terça-feira, 31 de março de 2015

Todo ano no DIA INTERNACIONAL DA MULHER - Cesare de Florio La Rocca (fundador do Projeto Axé), homenageia o universo feminino do Axé e do mundo !!!

08/03/2015

Grande Formação 2015 "Projeto Axé XXV Anos"

Em 23 a 27/02/15

De 23 a 27 de fevereiro de 2015, o Projeto Axé realizou a Grande Formação Anual, sob o Título: PROJETO AXÉ 25 anos, homenageando as Bodas de Prata da Instituição, pelo quinto ano consecutivo com a parceria do Hotel Portobello, em Ondina na Cidade de Salvador-Bahia- Brasil.

Visando as diretrizes e planejamento para realização das atividades pedagógicas e arteducativas de 2015, contamos com a participação dos 95 funcionários, dos quais 25 são Ex-Educandos e os 5 estagiários, que somam a representação do universo educante do Projeto Axé: Presidente, Coordenadores, Gerentes, Educadores de Rua, de Família, Arteducadores, Especialistas Técnicos da Administração, do Financeiro, da Nutrição, do Transporte, do Apoio, da Infraestrutura e do Axé Design reunidos na perspectiva fundamental de melhor proteger, defender, acolher e orientar os nossos Educandos atendidos nas Unidades Arteducativas: do Pelourinho - com Música e Artes Visuais, e da Baixa dos Sapateiros - com Dança e Capoeira.

No Salão de Convenção foi montado, pela Produção Executiva do Projeto Axé, uma Mostra Arteducativa com as principais obras bibliográficas da Instituição, álbuns de fotografias, troféus representativos, criações arteducativas produzidas pelos Educandos,
bunner comemorativo dos 25 anos.

E a surpresa!! O especial presente da Bolsa Axé Design e da Folhinha Calendário 2015, oferecidos à todos os participantes e convidados, com a logomarca do "Axé 25 anos" e a frase: "A Criança é o Axé mais precioso de uma Nação".

O Fundador Presidente, Cesare de Florio La Rocca, fez a abertura da Formação abordando sua trajetória de vida no Brasil e a implantação do Projeto Axé na Cidade de Salvador no Estado da Bahia, Brasil; discorrendo sobre o momento político em 1990, do percurso de lutas e descobertas, confluências e desafios enfrentados e multiplicados ao longo desses 25 anos.
Os Colaboradores e Co-Fundadores: Ená Benevides e Marcos Candido Carvalho, apresentaram seus históricos e memórias descritivas sobre a linha do tempo da construção da prática Axeniana com relatos e histórias que marcam a força e a energia criativa da obra.

Relatos dos 18 anos de atividades do atual Coordenador Geral, Helmut Schned, assim como, de Educadoras que também perfazem as Bodas de Prata da casa como Verônica Magalhães, Rossimara Cunha, Valda Abud, Alberto Pitta e Zenaide Ribeiro, e as representantes fundamentais na Formação dos Direitos como Vera Leonelli e da Arteducação como Marle Macedo e da Educação como Lena Garrido que fundamentam o histórico de acolhimento, defesa e proteção dos menos favorecidos e excluídos socialmente.

De forma que os depoimentos de Ex-Educandos, que hoje são Educadores comprovam e dão conta que o Axé ensina a fazer da Educação uma Arte, pois que a Arte é a própria Educação.

Arte que torna a Vida autônoma, como o exemplo trazido, com a presença de dois ex-educandos do Projeto Axé que, hoje, são Coordenadores da Ong Arteconsciente e foram homenageados com muito orgulho pelo Projeto Axé.

A ilustríssima presença de Theresa Penna Firme - especialista em Educação, Consultora em Avaliação, que abrilhantou o evento compartilhando com a equipe Educante suas experiências, foi ponto alto de nosso encontro.

A vinda da Itália do parceiro Andrea Tommasini, representando simbolicamente todos os parceiros de nossas caminhadas pelo mundo afora, nos fortalece.

Temos a certeza de que todos contribuíram para aprofundar conhecimentos e enriquecer nosso compromisso com a Vida, com o aqui e agora, de encontros do dia a dia com as nossas crianças, adolescentes e jovens. Enfim, somos assim, AXÉ!!!

Regina Moura.




terça-feira, 10 de março de 2015

O Projeto Axé celebra o dia de Yemanjá

Em 02/02/15
*Iemanjá: No Brasil, Iemanjá está associada ao mar, embora na África esteja mais vinculada à desembocadura dos rios. Nas lendas africanas ela é tida como filha de Olokum, deusa do mar, Mãe que criou muitos Orixás.

Na Bahia, as festas se realizam no dia 02 de fevereiro, no bairro do Rio Vermelho, com repercussão nacional e internacional. 
Seus instrumentos são o abebé cor de prata e uma espada. Sua saudação espiritual é “Odoyá!”
  
Agradecer e Abraçar
                                        Gerônimo

Abracei o mar na lua cheia, abracei
Abracei o mar
Abracei o mar na lua cheia, abracei
Abracei o mar
Escolhi melhor os pensamentos, pensei
Abracei o mar
É festa no céu, é lua cheia, sonhei
Abracei o mar
E na hora marcada Dona Alvorada chegou para se banhar
E nada pediu, cantou pro mar
E nada pediu
Conversou com o mar
E nada pediu
E o dia sorriu...
Uma dúzia de rosas, cheiro de alfzema, presentes eu fui levar
E nada pedi
Entreguei ao mar
E nada pedi
Me molhei no mar
E nada pedi
Só agradeci...



sexta-feira, 6 de março de 2015

O Projeto Axé comemora o Dia do Senhor do Bonfim

m 15/01/2015
Origem Teodósio Rodrigues de Farias, oficial da Armada Portuguesa, trouxe de Lisboa uma imagem do Cristo, que, em 1745, foi conduzida com grande acompanhamento para a igreja da Penha, em Itapagipe.
Em julho de 1754, a imagem foi transferida em procissão para a sua própria igreja, na Colina Sagrada, onde a atribuição de poderes milagrosos tornou o Senhor do Bonfim objeto de devoção popular e centro de peregrinação mística e sincrética. Foram, então, introduzidos motivos profanos e supersticiosos no culto.
O cortejo
A lavagem festiva acontece com a saída, pela manhã da quinta-feira, do tradicional cortejo de baianas da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, o qual segue a pé até o alto do Bonfim, para lavar com vassouras e água de cheiro as escadarias e o átrio da Igreja do Nosso Senhor do Bonfim.
Todos se vestem de branco, a cor do orixá, e percorrem 8 km em procissão, desde o largo da Conceição até o largo do Bonfim. O ponto alto da festa ocorre quando as escadarias da igreja são lavadas por cerca de 200 baianas vestidas a caráter que, de suas "quartinhas" - vasos, que trazem aos ombros - despejam água nas escadarias e no átrio da igreja, ao som de palmas, toque de atabaque e cânticos de origem africana. Terminada a parte religiosa, a festa continua no largo do Bonfim, com batucadas, danças e barracas de bebidas e comidas típicas.
No domingo seguinte à lavagem, os devotos se reúnem na Igreja dos Mares para a procissão dos Três Pedidos, que percorre o largo de Roma em direção ao Bonfim. Na chegada à Colina do Bonfim, os fiéis dão três voltas em torno da Basílica, fazendo três pedidos. Uma pregação e a benção do Santíssimo Sacramento encerram os festejos.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

A Ciranda Literária de 2014 do Projeto Axé homenageou Dorival Caymmi e Caetano Veloso

Em 13/12/14 - última Ciranda Literária do ano.

Em 2014 a formação "Ciranda Literária" contemplou o Centenário do cantor e escritor Dorival Caymmi e também homenageou o grande cantor e poeta Caetano Veloso, como conceito de embasamento, fruição e difusão de conhecimento para Gestores, Educadores, Funcionários. Contextualizando as leituras em grupos, por afinidades de práticas cotidianas: Dança e Capoeira; Música; Artes Plásticas, Moda e Estampa; Nutrição, Administrativo e Pessoal, na perspectiva de fortalecer ações educativas, pedagógicas e arteducativas direcionadas para a formação dos Educadores e Funcionários entre períodos de teoria e prática e a transmissão de saber para Educandos nas Unidades de Atendimento do Projeto Axé. 

Centro Projeto Axé de Defesa e Proteção à Criança e ao Adolescente

Av. Estados Unidos nº 161 Edf. Suerdieck 9º andar Comércio



Salvador-Bahia Brasil CEP - 40.010-020



tel: 55 71 3327-2262



Funcionamento: 8:00 às 12:00 e 13:00 às 17:00h



e-mail: centrodeformacao@projetoaxe.org.br